MICROAGULHAMENTO

Foto 1 - Microagulhamento

Entre os mais novos métodos de tratamento para rejuvenescimento da pele está o Microagulhamento, procedimento estético que oferece a oportunidade de melhorar a aparência envelhecida por meio da redução de rugas, combate à flacidez facial, melhora da textura e aumento da luminosidade. O procedimento consiste em uma técnica de rolagem com microagulhas que induz a produção endógena de colágeno a fim de melhorar a sustentação e o contorno facial. O tratamento também tem ação efetiva em cicatrizes atróficas de acne, hiperpigmentação e estrias.

Qual a ação desta técnica?

Os princípios básicos de ação do Microagulhamento são o estímulo da regeneração celular por meio do processo de cicatrização, a proliferação de células-tronco e estímulo da síntese de elastina, da neocolagênese (produção de colágeno) e angiogênese (proliferação de vasos sanguíneos).

Qual a diferença da técnica laser?

A forma de ação principal do microagulhamento é mecânica, enquanto que o laser, também usado para o rejuvenescimento, tem ação térmica. Essa nova tecnologia oferece maior segurança aos pacientes com fototipo alto, ou seja, peles morenas e negras, que precisam de tratamento que estimulem o colágeno, visando a redução de cicatrizes de acne e estrias.

Em quanto tempo dá para perceber os resultados?

2 a 3 meses após o procedimento, uma vez que o amadurecimento do novo colágeno é um processo lento.

Como funciona:

Esta técnica consiste em produzir furos minúsculos na pele com o objetivo de estimular os fibroblastos, as células responsáveis pela produção de colágeno, e assim restaurar a pele que foi danificada.

Indicações:

O tratamento não deve ser feito em áreas do corpo com infecções e em pacientes com tendência à formação de queloide. Por isso, o procedimento deve ser feito no consultório médico.

VOLTAR